Aprenda a ter uma relação saudável com o trabalho


 

Cada indivíduo exerce diferentes funções em nossa sociedade, mas é certo que o computador e o celular viraram um ponto central na rotina de todos. E, se você é uma das pessoas que ganham o pão basicamente em frente à tela, tem grandes chances de flexibilizar seu trabalho e construir um modo mais saudável de levar a vida.

As novas modalidades profissionais foram incentivadas, principalmente, pelas tecnologias e, desde o ano retrasado, pela pandemia do novo coronavírus, que dilatou as possibilidades de atuação remota.

Uma dessas tendências que já estava em expansão e que, com a pandemia, ganhou ainda mais terreno, é o nomadismo digital. Como a tecnologia permitiu que muitas tarefas fossem exercidas de qualquer lugar, uma grande leva de pessoas encontrou uma oportunidade de não “fincar pé” em um lugar específico. Saiu viajando e trabalhando por aí.

Crédito: Andrea Piacquadio/PexelsAprenda a ter uma relação mais saudável com o trabalho

“O surgimento de novos sistemas de comunicação advindos do amplo uso da internet e de sua democratização, ora sendo utilizada como complemento ora como contraponto aos meios de comunicação de massa tradicionais, provocou mudanças profundas na cultura”, explica a especialista Flávia Silva Neves, do Instituto de Psicologia da Universidade de Brasília. “E, em decorrência dos avanços das tecnologias digitais, vimos o surgimento de um grupo diferenciado de profissionais inclinados a adotar um novo estilo de vida e de significação em relação ao trabalho.”

Ela salienta que, de acordo com estudos, a felicidade não é um destino para os nômades digitais. “É uma trajetória, e por isso para eles trabalho e vida se confundem por causa da escolha de viajar e trabalhar sem parar, simultaneamente”, discorre.

Desvantagens

Embora esse estilo de vida apresente algumas desvantagens, muitos profissionais têm visto essa modalidade como uma forma de se libertar de uma rotina mais tradicional –e por vezes, maçante– que consiste em ter um horário estabelecido para sair de casa, chegar ao escritório, sentar em seu “quadrado”, fazer reuniões com o chefe, enfrentar o trânsito e chegar em casa novamente.

“A noção de liberdade é prestigiada e almejada”, afirma Flávia. “A sensação de que liberdades são cerceadas no ambiente do escritório, com trabalhos enfadonhos, é sinônimo de perda de vida e isso pode atravancar a felicidade.”

O que vem a ser o ponto positivo, porém, também pode ser a dificuldade do nomadismo digital. “A mudança do sistema de assalariado para o pagamento por tarefas executadas e projetos realizados aparece tanto como algo positivo como negativo, exigindo mais atenção e controle, dificultando a possibilidade de planejamento a longo prazo”, pondera a especialista. “Os hábitos de consumo são reorganizados para aquilo que é possível carregar nos deslocamentos e viagens.”

Conceitos do “novo normal”

De acordo com Letícia Gomes Barroso, da Universidade Federal do Espírito Santo, empreendedorismo, criatividade, viagens e mobilidade são alguns dos conceitos profissionais com os quais convivemos atualmente.

Crédito: Tania Dimas/PixabayEmpreendedorismo nem sempre é bom como na “propaganda”

Ela é a autora do trabalho “Nomadismo Digital, Empreendedorismo Online e o Discurso dos Novos Modelos de Trabalho na Blogosfera”, apresentado no 5º Seminário de Comunicação e Territorialidades.

É importante ressaltar que nem sempre “empreender” é uma escolha por parte do profissional em questão. A prática pode tanto ter o viés de “viver sem patrão” como de não ter um trabalho formal disponível. Ou seja, muitas pessoas optam por abrir o próprio negócio por não ter mais alternativas viáveis, especialmente em um momento de desemprego como o que vivemos –os desocupados representaram 14,1 milhões de brasileiros no terceiro trimestre de 2020, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Ainda assim, é sempre válido questionar o que podemos mudar em nossa rotina atual. Se, em sua análise, você descobrir que é possível atuar com menos estresse, trânsito e ansiedade, saiba que está no caminho certo para ter uma relação mais feliz, saudável e equilibrada com o próprio trabalho.

Fonte de Pesquisa: AQUI

0 Comentários

Postar um comentário

Post um Comentário (0)

Postagem Anterior Próxima Postagem